Browse By

MULHER E MOTO – A Invasão do sexo feminino num universo que era só dos homens

    Resultado de imagem para mulher e moto gif

    ABSTRACT

    WOMAN AND MOTORCYCLE – The female Invasion in a universe that was male only

    The woman has always been timid, fearful, homemade, linked to domestic work, and in the blink of an eye, from the sixties starts to invade spaces that were for men only.
    The woman goes to embark on multidisciplinary market, advancing in all directions going to compete consistently with the man.

    Soon the woman invades the space of motorcycles, until then was the absolute dominance of males. It starts as a ride and soon takes the handlebars.

    Discrete, without exhibitionism, cautious, concerned about security, the women conquer the motorcycle market. Today, it is estimated that 25% of the Brazilian fleet of motorcycles are women's domain.

                                    Dr. Dirceu Rodrigues Alves Júnior*

    MULHER E MOTO – A Invasão do sexo feminino num universo que era só dos homens

    A mulher sempre foi tímida, temerosa, caseira, ligada ao trabalho doméstico, e num piscar de olhos, a partir da década de sessenta passa a invadir espaços nunca dantes navegados. Lança-se no mercado multidisciplinar, avança em todas as direções passando a concorrer sistematicamente com o homem.

    De pouco tempo para cá invade o espaço das motocicletas, até então domínio absoluto do sexo masculino. Começa como carona e logo assume o guidom.

    Discretas, sem exibicionismo, cautelosas, preocupadas com a segurança,  conquistam o mercado de motocicletas. Hoje, estima-se que 25% da frota brasileira de motos sejam de domínio das mulheres. 

    E porque será que esse mercado cresce tanto? 

                                     

    Vários são os fatores:

    • Prazer de pilotar
    • Baixo custo
    • Baixo consumo
    • Manutenção de baixo custo
    • Fácil estacionamento
    • Proporciona laser e trabalho
    • Fácil mobilidade

     

    Mas a mulher não ficou só na utilização convencional da moto. Partiu para motoboy, mototaxi, moto velocidade, MotoCross, rali, moto aventura, invadindo áreas que jamais entrou.

    Curiosamente temos observado que os acidentes envolvendo o sexo feminino tem sido baixo e quase sempre sem muita gravidade. A gravidade torna-se predominante quando a mulher é passageira, sempre conduzida por homem, principalmente jovem.

    Daí surgiu também novo mercado de moda. Roupas, capacetes, luvas, macacões, botas e todo um aparato sofisticado e específico para atender uma nova vaidade feminina. A demanda cresce, o mercado se agiganta. Tudo é usado de conformidade com a legislação.  Cuidados na utilização dos equipamentos de segurança, na manutenção dos mesmos e do veículo.

    Fatalidades são raras quando pilotando e se justifica tendo em vista comportamento totalmente diferenciado em relação ao homem.

     

                          Principais diferenças na utilização da moto:

     

                     HOMEM                                                                          MULHER

          STATUS, PODER, CONQUISTA                                             NECESSIDADE            

          EXIBICIONISTA                                                                      HUMILDE

          NEGLIGENTE, IMPRUDENTE                                               PRUDENTE, SEGURA

          SEM MEDO                                                                             MEDO

          NÃO CAUTELOSO                                                                 CAUTELOSA

          ESQUECE A SEGURANÇA                                                   SEGURA

          ACIDENTES MÉDIOS E GRAVES                                         ACIDENTES LEVES

          COMPULSÃO PARA VELOCIDADE                                     SEM COMPULSÃO

          IMPACIENTE                                                                          PACIENTE                

          CHEGA AO ESTRESSE RÁPIDO                                          ESTRESSE EM LONGO PRAZO

          AGRIDE                                                                                   NÃO AGRIDE

          INTOLERANTE                                                                       TOLERANTE

          NÃO USA A DIREÇÃO DEFENSIVA                                      USA DIREÇÃO DEFENSIVA

          VELOZ                                                                                     SEM VELOCIDADE

          USA DIREÇÃO OFENSIVA                                                     NÃO USA DIREÇÃO OFENSIVA

          FAZ USO DE ÁLCOOL E DROGAS                                       RARAMENTE USA

    E vai por aí, múltiplos outros fatores diferenciais estão presentes.

     Como explicar tudo isso?

    O homem difere em muito da mulher desde o metabolismo, as alterações hormonais, agilidade, agitação, desequilíbrio comportamental, atos impensados, compulsividade, pressa, melhor orientação espacial, necessidade constante de impor condições e de se julgar o dono do mundo.

     As diferenças estudadas por pesquisadores americanos foram justificadas por condições genéticas e a ação de estrogênios na mulher.

    No sexo feminino há uma integração dos hemisférios cerebrais fazendo com que o hemisfério emotivo se conecte com o hemisfério analítico levando a atitudes mais elaboradas, mais seguras, conscientes, bem conduzidas, diferentemente do homem que têm como característica rapidez no raciocínio matemático e espacial.

    As mulheres são melhores nas condutas, nas palavras, nas relações humanas, mais tranqüilas e analíticas.

    Estou convicto que por todos os motivos e justificativas apresentadas, entendo que sobre duas rodas, seja no laser ou no trabalho, a mulher é mais consciente, segura, cônsul dos riscos, responsabilidade e tem melhor desempenho.

    *Diretor de Comunicação e do Departamento de Medicina de Tráfego Ocupacional da ABRAMET  

                                         www.abramet.com.br

                                 dirceurodrigues@abramet.com.br

    10430502_287607824745262_6002006874556881993_nSistema Raiz da Vida Além da Inteligência Nutricional 14

    Elizabethe Milwaard – Profª de Consciência Nutricional e Mentóloga; Criadora do SRVDr. Edvaldo Tavares – Médico, CRM-DF 7265 e CRM-SE 4897; Jornalista, DRT 2175; Diretor Executivo e Diretor Técnico do SRV ; English abstract

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    4 + três =