Browse By

Egorrice Versus Ignorância

    Quando falamos da evolução do ser humano, encontramos muito pouco estudo sobre o verdadeiro ser que há dentro de cada pessoa. Desde o princípio evolutivo, pouco aprendemos sobre nós mesmos.


    É fácil falar do que o ser humano fez e faz. Que potencial fantástico ele possui! Quando usa a sua força, a sua vontade e sua inteligência, é de se ficar assombrado com a sua capacidade. É lamentável que esse esforço esteja voltado apenas para a construção externa, para, o ter – a posse das coisas materiais.

    O ser humano foi à lua, inventou o computador e avançou em todas as áreas tecnológicas. Na medicina chegou à perfeição de fazer cirurgia à distância. Mas esse ser tão inteligente perdeu totalmente a sua sabedoria interior e continua em completa ignorância em relação ao seu corpo, seus valores, poderes e suas incontáveis habilidades cerebrais.

    Resultado de imagem para ser humano gifApesar de tanta evolução ainda cultiva sentimentos tão primitivos, que não servem para nada a não ser para atrapalhar sua vida. Como por exemplo, a burrice e a ignorância; sentimentos, que passam despercebidos, mas que são altamente prejudiciais e afetam profundamente todos os aspectos da vida humana; saúde, família, profissão, amizade, casamento, finanças, enfim, sentimentos que poderiam ser eliminados se usassem o intelecto de maneira correta. 

    Tanto a ignorância quanto a burrice, ambas são usadas com muita intensidade por todas as classes sociais; ricos e pobres, pessoas instruídas academicamente e analfabetas. A burrice parece ser genética, passando de geração a geração, e, é perigosa e mortífera.  A pessoa que cultiva a burrice, geralmente tem orgulho de suas atitudes inúteis, e ainda justifica como sendo princípios familiares.

    São dois sentimentos muito parecidos, porém diferentes: a ignorância é ausência de informação e conhecimento, enquanto a burrice é ausência de alma, de essência, é saber que tem que mudar, que precisa fazer algo, mas faz questão de  permanecer no erro. 

     Quem vive na ignorância, presta atenção no que ouve e vê, analisa e soma com o que já sabe e às vezes também coloca em prática, se for necessário, enquanto quem vive na burrice, ouve, mas não escuta, vê, mas não enxerga, e tem muita dificuldade de assimilar e absorver as coisas novas. Uma característica marcante de quem sofre da síndrome da egorrice, é, sem dúvida, a preguiça de pensar e agir. Muitas vezes sabe que é preciso mudar ou que precisa fazer algo e não faz.

    A Burrice é proveniente da ignorância crônica. Ela vem sempre acompanhada do egocentrismo, um sentimento muito usado pelas crianças nos seus primeiros anos de vida, que significa a teimosia, um tipo de egoísmo descontrolado, proveniente do impulso instintivo emocional, que está atrelado ao impulso sexual, uma vontade desenfreada, muito perigosa e mortífera, que atua na disputa, posse, obsessão, poder, prazer de querer tudo para si.

    Se este sentimento não for bem conduzido e eliminado até o fim da adolescência, se transformará em egorrice, que significa egocentrismo com burrice. Geralmente quem sofre desta doença é extremamente teimoso, e nunca mede as conseqüências de seus atos e age sempre de maneira irresponsável consigo mesmo e com os outros.  

    É importante saber que o egocentrismo é um sentimento da criança, enquanto a burrice é um sentimento da pessoa adulta, que somados, egocentrismo com burrice é igual à egorrice. Este sentimento está presente em quase todas as atitudes executadas por todos nós. Com freqüência encontramos pessoas aparentemente adultas, que passaram pela Universidade, bem resolvidas na vida profissional, com altos salários, grandes patrimônios, mas no nível emocional são extremamente imaturas e têm as mesmas atitudes das crianças de dois a oito anos de idade.

     
    Veja se você sofre da síndrome da ignorância ou da Egorrice.  

        
    “Quem sofre da síndrome da ignorância”

    1- Está sempre ansioso e irritado com as situações a serem enfrentadas.

     2- A mente está sempre ligada em coisas novas e fica chateado quando não consegue resolver. 

     3- Presta atenção em tudo que escuta e vê e acredita que pode fazer o mesmo.

    4- Está sempre disposto a fazer algo e se irrita com facilidade quando não consegue o que quer.

    5- Muitos têm uma inteligência acima da média, só não sabem como usá-la.

    6- Tem espírito aventureiro.

    7- Gosta de aprender coisas novas, mesmo sem saber para que sirva.

     
    “Quem sofre da síndrome da Egorrice”

    1- Reclama de tudo e descarta as informações antes de analisar.

    2- Gosta de encontrar tudo pronto.

     3- Não gosta de fazer esforço, porque tem preguiça de pensar.

    4- O conformismo é o seu maior aliado e parceiro de todos os momentos. 

    5- Tem a mentalidade de criança de dois a oito anos de idade, vive exclusivamente do impulso instintivo-emocional.

    6- Não gosta de dividir o que tem com os demais e só pensa em si próprio.

    7- Cultiva um espírito de carência, fuga, desconfiança e é perdedor.

    8-Tem dificuldade de discernir o certo do errado e tudo que faz acredita que é o certo.

    9-Mesmo sendo intelectualmente evoluído age de maneira infantil e tem uma mente extremamente limitada.

    10- Burrice é quando a ignorância se torna crônica e a pessoa perde a capacidade de separar a fantasia da realidade e vive intensamente no devaneio.       DEZ 19, 2010   


    Sistema Raiz da Vida Além da Inteligência NutricionalElizabethe Milwaard – Profª de Consciência Nutricional e Mentóloga; Idealizadora do Sistema Raiz da VidaDr. Edvaldo Tavares – Médico – CRMDF 7265 e CRMSE 4897; Jornalista, DRT 2175; Diretor Executivo e Diretor Técnico do Sistema Raiz da Vida  

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    treze − 9 =